segunda-feira, 30 de maio de 1994

Poema sem nome



"No passado te decepcionei
No presente aprendi a te dar valor
No futuro, eternamente, te amarei
Na vontade de Nosso Senhor!

No passado fui infeliz
Porque vivia indeciso
Hoje, acredito no quem me diz
E de seu amor eu não duvido!

No presente enxerguei
Você em meu coração
Esta chance não desperdiçarei
Porque não mais erá ilusão!

No futuro quero-te comigo
Porque em você descobri
A cura pro meu coração sofrido
E a fórmula pra ser feliz!

Na vontade de nosso Senhor...
Iremos juntos em seu caminho
Eterno é e será o nosso amor
Com fidelidade, dedicação e carinho!..."


Mantido em sua originalidade, datado de 30/05/1994.

quarta-feira, 13 de abril de 1994

Poeta Universal



Poeta que não tem medo de falar
Poeta que tem segredo pra guardar

Poeta que faz acontecer
Poeta que tem paz em seu viver

Poeta que luta pelo amanhã
Poeta que busca a alma irmã

Poeta que não esconde a verdade
Poeta que vai onde esperam solidariedade

Poeta que chora com emoção
Poeta que não demora com a razão

Poeta que não mente à amigos
Poeta que está ciente dos perigos

Poeta que grita a honestidade
Poeta que excita sensualidade

Poeta dos Poetas:
Que não existe rancor...
Que busca a perfeição do amor!


Mantido em sua originalidade, datado de 13/04/1994.

quarta-feira, 6 de abril de 1994

Lágrimas (da infância)




"Lágrimas que explodem
com dor, alegria, emoção
ou até mesmo com razão
pelas fontes de cada homem

Lágrimas com dor explodidas
por perdas, danos, derrotas
ou pela consciência de idiota
que marcam pra sempre sua vida

Lágrimas escorridas docemente
pela vitória, fé, coragem...
pelo amigo que não tem
mas, que guardas, profundamente

Lágrimas... por quem te ajudou: amigo
por quem tem grande amor
por quem guarda algum rancor
por quem sempre te derruba: inimigo

Lágrimas que acalma
Lágrimas que dói
Lágrimas que corrói
no profundo de minh'alma

Lágrimas inválidas
por quem você sofreu
mas, deveria ser por Nosso Deus
que nos presenteou a vida!!!"

Mantido em sua originalidade, datado de 06/04/1994.

Soneto



És por muitos desejada
És a realidade de um sonhador
O sonho do grande amor
Que buscam a rapaziada

Para os olhos és princesa
Uma dona ao coração
Ilimitada de paixão
Quando conquistam sua beleza

Do que quer és segura,
Quente como o fogo que ilumina
Seu amor, dependesse de ti, eternamente dura

Transparente como a água cristalina
Seus sentimentos, como criança pura
Grande amiga és, Oh, moça-menina!

Mantido em sua forma original, datado de 06/04/1994.

sexta-feira, 4 de março de 1994

Universo desconhecido



O homem com toda a sua capacidade intelectual explorou desde o mais fundo abismo marítimo até os confins da terra realizando inúmeras descobertas fascinantes e criando e modernizando sua tecnologia. Apenas, este ser, permitiu que sua ambição e egoísmo evoluíssem paralelamente à inteligência, causando assim um mero esquecimento de si próprio. E, se há um lugar no mundo onde o homem jamais se encontrará, é o seu próprio "eu", o seu interior.

Ele se interessa tanto pelo mundo exterior que chega a esquecer de se auto-conhecer, ou seja, apenas se preocupa em realizar novas descobertas não dando tempo para adentrar em seu íntimo.

Por outro lado, o medo de um reflexão silenciosa é gerado pelo receio de que sua consciência o condenará friamente. E assim, este ser, talvez ilimitado de inteligência mas incapacitado de conseguir sua própria e íntima paz, vive numa tremenda guerra interior, onde de um lado está o egoísmo e a ambição e do outro a consciência de um ser que luta por um novo mundo.

Por isso, o íntimo de uma pessoa é o único lugar onde, até hoje, somente os "Mestres do Universo" conseguiram adentrar sem se perderem.


Mantido em sua originalidade, datado de 04/03/1994.

sexta-feira, 25 de fevereiro de 1994

Piraju - Peixe Amarelo


Cidade maravilhosa

Toda cheia de história
Hoje, ouvimos suas prosas
De seus filhos que estão na memória!

Minha cidade natal
Aqui temos poder
Contra ti, ninguém fará mal
Mesmo que tenhamos que morrer!

Cidade turística
Por natureza és linda;
Repleta de coisas místicas
Nesta beleza que nunca se finda!

Aqui eu nasci
Aqui mesmo morrerei!

Muitas vezes eu sorri;
Muitas vezes eu chorei!


Minhas paixões aqui eu achei
Minhas angústias aqui passei
Meu amor aqui encontrei
E aqui mesmo eu o afirmarei!

Meus erros aqui cometi ;
Minhas vitórias aqui eu consegui;
Por burradas, aqui eu sofri;
Minha vida, eu comecei aqui!

Mesmo longe, estarei perto
Trarei você junto, comigo!
Minha vida será deserta
Sem ter ao lado meus grande amigos!

Por uma razão eu sempre lutei
E agora que encontrei
Meu amor eu deixarei...
Saudades, desde já, eu sentirei!

Em você me aventurei
Em você eu cresci
Em você eu estudei
De você, um dia parti!

Como tudo na vida passa
Vocês também me esquecerão
Onde quer que eu vá
Os levarei bem aqui no coração!

A saudade não existiria
Se não existisse a distância
Esquecer este paraíso, eu não conseguiria
Pois, aqui trago desde a minha infância!

Aos meus amigos um breve adeus
A minha família um abraço apertado
Um triste-singelo carinho ao amor meu
E um beijo apaixonado!

Aos meus patrões um eterno agradecimento...
A comunidade eu devo o meu saber...
Apenas quero neste momento
Um ombro amigo pra desabafar o meu sofrer!

Ah! minha cidade querida
Nunca, nunca te abandonarei
Pois, em ti, está a minha vida
E o verdadeiro amor que encontrei!

De ti, eternas lembranças
De uma nova vida, muitas esperanças
De um coração ferido, uma triste despedida
Para mim, um obstáculo a passar, na vida!



Mantido em sua originalidade, datado de 25/02/1994.

sábado, 29 de janeiro de 1994

Eta, moça!!!



Essa moça bonita, maldita
que só sabe rebolar
é muito charmosa, gostosa
faz a gente delirar
tem carne maciça,
tem perna roliça
de queixo empinado
e nariz arrebitado
por onde passa rebola
é uma avião que decola
é alta combustão
que deixa homens de queixo no chão
seu corpo parece desenhado
por mãos que possuem magia
seus olhos são sempre ativados
quando suspeitam de qualquer pilantria
seu corpo é um violão
seu andar uma explosão
seus cabelos brilhantes
empolgam seus 10 amantes
aparenta ser ingênua e pura
mas, por dentro possui casca-dura
seu charme tudo conquista
com muitos, num dia, ela fica
ela se acha a rainha da cocada
pois, ganhou toda a rapaziada
Eta moça! Safada!
Que não tem para
muitos sofrem por ti
enquanto isso você ri
anda sempre a conquistar
com os pneus cantar
pelas estradas deste mundo,
imundo...

Mantido em sua originalidade, datado de 29/01/1994.

sexta-feira, 28 de janeiro de 1994

O tempo, eu e ela



Só o tempo faz esquecer...
Só o tempo faz relembrar...
Só o tempo faz acontecer...
Só o tempo permite amar...
Só o tempo faz o amor amadurecer...

Mas, só como tempo eu aprendi
à quem me ama dar valor
E foi assim que descobri
As chamas de um grande amor!

Um dia lhe declarei
Um dia te feri
Meus erros, já reparei
E agora te farei feliz!

O tempo, nos atrapalha
mas temos que esperar
é como uma batalha
em qual temos que lutar!

O que é mais preciso
é a coragem no coração
De seu amor eu não duvido
Espero que do meu também não!

Não ligarei para as fofocas
muito menos àqueles que nos cotovelos tê dor
Pois, agora o que mais importa
É a vivência do nosso amor!


Mantido em sua originalidade, datado de 28/01/1994.

segunda-feira, 24 de janeiro de 1994

Razão pra viver


Cada um tem sua razão pra viver.
Uns vivem em função do dinheiro
outros em função do consumismo
e outros ainda são escravos do materialismo
Ninguém pensa em viver a vida com amor,
como um presente
que, se desperdiçado
jamais será recompensado.
todos acham que viver a vida
é viver desfrutando dos prazeres do mundo
e aventurando em busca de emoções fortes.
Ainda tem aqueles
que nem gostariam de ter nascido
devido aos problemas vários de suas vidas,
e, principalmente,
por não terem força e coragem
para enfrentá-los e resolvê-los.
Mas,
a maior razão pra viver
é você saber que entre milhões 
de competidores na corrida da vida,
quem venceu foi você,
e, por isso,
deve valorizar esse maravilhoso triunfo
porque uma vez 
daqui partido
jamais terá retorno;
uma vez extraviado seu percurso 
dificilmente,
conseguirá chegar ao lugar desejado...
Ame e será amado 
e com isso conseguirá muito em sua vida...
Amor à vida: uma grande razão pra viver!

Mestres do Universo


O verdadeiro mestre
não é aquele que tem muito a ensinar 
e sim aquele que tem vontade de aprender;

O verdadeiro mestre 
não é aquele que sabe falar bem
e sim aquele que ouve e pratica;

O verdadeiro mestre
não é aquele que critica o errado
e sim aquele que tenta consertar um erro;

O verdadeiro mestre
não se esconde da realidade
mas a encara de maneira otimista;

O verdadeiro mestre
não espera cair do céu
mas vai à luta do seu ideal;

O verdadeiro mestre
não vive apenas por sonhos e ilusões
mas os faz tornarem-se realidades;

O verdadeiro mestre
tem pouco à falar
e muito à escutar;

O verdadeiro mestre
não é aquele que aponta um erro
e sim o que admite ser cobrado;

O verdadeiro mestre
não se estasia no conhecimento que tem
mas busca sempre renová-los;

O verdadeiro mestre
nunca foge de uma batalha
sem saber se venceu ou perdeu;

O verdadeiro mestre
não espera acontecer
mas faz a sua própria hora.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Receba os conteúdos por email