quarta-feira, 13 de abril de 1994

Poeta Universal



Poeta que não tem medo de falar
Poeta que tem segredo pra guardar

Poeta que faz acontecer
Poeta que tem paz em seu viver

Poeta que luta pelo amanhã
Poeta que busca a alma irmã

Poeta que não esconde a verdade
Poeta que vai onde esperam solidariedade

Poeta que chora com emoção
Poeta que não demora com a razão

Poeta que não mente à amigos
Poeta que está ciente dos perigos

Poeta que grita a honestidade
Poeta que excita sensualidade

Poeta dos Poetas:
Que não existe rancor...
Que busca a perfeição do amor!


Mantido em sua originalidade, datado de 13/04/1994.

quarta-feira, 6 de abril de 1994

Lágrimas (da infância)




"Lágrimas que explodem
com dor, alegria, emoção
ou até mesmo com razão
pelas fontes de cada homem

Lágrimas com dor explodidas
por perdas, danos, derrotas
ou pela consciência de idiota
que marcam pra sempre sua vida

Lágrimas escorridas docemente
pela vitória, fé, coragem...
pelo amigo que não tem
mas, que guardas, profundamente

Lágrimas... por quem te ajudou: amigo
por quem tem grande amor
por quem guarda algum rancor
por quem sempre te derruba: inimigo

Lágrimas que acalma
Lágrimas que dói
Lágrimas que corrói
no profundo de minh'alma

Lágrimas inválidas
por quem você sofreu
mas, deveria ser por Nosso Deus
que nos presenteou a vida!!!"

Mantido em sua originalidade, datado de 06/04/1994.

Soneto



És por muitos desejada
És a realidade de um sonhador
O sonho do grande amor
Que buscam a rapaziada

Para os olhos és princesa
Uma dona ao coração
Ilimitada de paixão
Quando conquistam sua beleza

Do que quer és segura,
Quente como o fogo que ilumina
Seu amor, dependesse de ti, eternamente dura

Transparente como a água cristalina
Seus sentimentos, como criança pura
Grande amiga és, Oh, moça-menina!

Mantido em sua forma original, datado de 06/04/1994.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Receba os conteúdos por email