quarta-feira, 20 de outubro de 1993

Lhe chamaram Jesus



Há muitos anos atrás nasceu
um menino com jeitos diferentes
que ninguém, até hoje, esqueceu
e em seu ser havia pureza somente
Há muitos conquistou
Há muitos conheceu
Há muitos cativou
e por muito mais sofreu
Sua mãe simples, singela, lhe gerou
por ser fiel ao Deus de amor
Seu pai, muito humilde, lhe ensinou
a trabalhar com muito ardor
Quando grande, há muitos converteu
e se tornou dos fiéis a Luz
Ele é o querido Filho de Deus
Que Maria e José lhe chamaram Jesus.


Mantido em sua originalidade, datado de 20/10/1993.

terça-feira, 5 de outubro de 1993

O que passou

“O que passou não volta mais
Se venceste ou perdeste algum tempo atrás
Não importa de nada isso agora...

Não desanime no meio do caminho
Vamos acredite, na sua força pra lutar
E fé em Deus tenha sempre contigo

Com otimismo tente outra vez
Recomece do zero, veja como Ele fez
E lute pelo que você quer”


“Composição inspirada em desabafos entre amigos.”

Ailton Domingues de Oliveira

05/10/93

Quem semeia, colhe

“Cultives sua plantação
Com carinho e dedicação
E quando chegar a geada
Terás alimento por longa etapa

Quem semeia vento colhe tempestade
Quem come fruto sem tempo
Sentirá o azedo do verde

Não sejas preguiçoso
Na colheita e plantação
Trabalhe com amor e carinho
E terás o direito de teu pão”


“Composição baseada num conto infantil. As formigas trabalhavam armazenando comida para o inverno enquanto o grilo ria do esforço delas e nada fazia... Chegado o inverno, teve de pedir abrigo à formigas.”

Ailton Domingues de Oliveira

05/10/93
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Receba os conteúdos por email