sábado, 15 de agosto de 2009

Me liberta!

"As trancas da minha prisão
Fui eu mesmo que fechei
As cordas da desilusão
Também fui eu que amarrei

Tornei-me um prisioneiro
Da vida que escolhi
Paguei o alto preço
Da liberdade que vivi

Não quero ser um refém de mim
Quero da vida ser um aprendiz
E poder voar bem alto
Vive, amar e ser feliz, feliz, feliz

Me liberta pra voar
Me liberta pra amar
Me liberta da prisão de mim
Me liberta pra viver
Me liberta pra correr
Me liberta pra servir ao Teu Amor!

Me liberta pra voar
Me liberta pra amar
Me liberta do cárcere que eu fiz
Me liberta pra viver
Me liberta pra correr
Me liberta pra servir a Ti Senhor!"

Música.
Ailton Domingues de Oliveira

15/08/09
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Receba os conteúdos por email