quinta-feira, 22 de março de 2012

Manga com banana

Tarde ensolarada, quente...
Debaixo da sombra da árvore,
que tomava parte da calçada
Um jovem encostado na parede da casa,
suas pernas esparramadas na calçada
impediam o caminhar das pessoas...
Deitada ao lado de suas pernas
Estava o par de muletas...
Em poucos passos que dei
ao passar por aquele lugar
O jovem rapaz terminou de chupar uma manga
e comer duas bananas...
Tamanha fome, tamanha verocidade
ao devorar aquelas frutas...
Não resisti e ousei mexer com ele...
Não pode responder pois sua boca ainda cheia da banana o impedia...
E daí tudo isso?
Daí, que aquele rapaz, que nem pude ouvir o som da sua voz...
Daí, que aquele corpo estirado de qualquer jeito sobre a calçada...
Daí, que aquele jovem faminto e por hora solitário nem se importava com cenário à sua volta...
Daí, que ele nada significava para 99,99% dos que transitavam por ali...
Daí, que sua imagem bateu forte, fincou e desde então...
Minha vontade era, de alguma forma, conhecer sua história,
no mínimo, ouvi-lo...
O trem do tempo passou e eu não o fiz...
Lembrei-me o que ELE (Jesus) faria naquele momento, ou talvez
o que ELE diria: "Levanta-te! Levanta-te e anda!"
Numa próxima, se algum dia houver, que a inércia não assole...


Ailton Domingues de Oliveira
22/03/12
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Receba os conteúdos por email