segunda-feira, 8 de março de 2010

Quando temos a chance de ser nada

“Quando temos a direito de revestir-nos com a armadura da justiça e lutar pelo o que é correto
E simplesmente, ao invés disso, silenciar e aceitar...
Há um crescimento, interior, acredito sim
Mas um crescimento acompanhado de dor e até lágrimas...
No altar de Deus, em que os homens se exaltavam entre si,
ELE, foi tratado como coadjuvante...
Sentimento meu, nosso...
Não orgulho ferido!
Ser humilde diante de uma injustiça é sofrido...
Dois pelo olhar de cada um
Na comunhão, onde se devia comungar no espírito de comunidade,
Comungamos em Deus um sentimento de humildade e dor...
Quanto temos a razão como nossa arma da verdade
Muitas vezes,
Escolhemos em nome de Deus, de todos, o silêncio...”

Ailton Domingues de Oliveira

08/03/11
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Receba os conteúdos por email