quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Paga de santidade mas


E não é que as pessoas se incomodam quando percebem que foram desnudadas de suas máscaras? Tratam logo de sacudir o traje, recompor-se em fantasias ornamentais e re-maquiar suas máscaras enrijecidas de falsidade e hipocrisia. Sempre encerram um discurso com uma frase pronta, isso quando a frase pronta é seu único discurso. Vejam alguns exemplos: "Minha consciência está tranquila."; "Deus está comigo.", "Sou ungido do Senhor.", "Estou iluminado e amparado pelo Espírito Santo!"; "Deus é mais, é 10 e eu sou escolhido Dele!". Nunca vi Deus apoiar a falsidade! Se fosse assim, Judas não teria se arrependido e não teria se enforcado, após sua traição. Frases assim, em situações grotescas, são usadas como defesa em causa hipocritamente própria para justificar o que não tem explicação. Por vezes também encontramos os que postam salmos, copiados e colados sem um mínimo de entendimento, com a intenção de afastar os holofotes de sua máscara congelada pelo orgulho e inveja. Pior é que há quem compre essa ideia de "ungido", de "sou quase santo", "vivo para o Senhor", etc. As pessoas tem que assumir-se como homens ou mulheres, ter um mínimo de ombridade, dignidade, retidão, justiça e parar de esconder sua sujeira por sob os tapetes dos belos discursinhos, fajutos por sinal. Eu, particularmente, atento-me para os que ousam filosofar a vida quando se deparam com tanto besteirol numa só persona: "de gente boa e com consciência limpa o inferno está cheio!" Chupa essa manga!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Receba os conteúdos por email