terça-feira, 25 de agosto de 2015

Te amei




Te amei, 
Desesperadamente
Em cada ato, no tempo ou de imediato
Num dedo de verso, concreto ou abstrato

Te amei
Loucamente
No tempo em que o céu nos reservou
Na chuva, no frio, no mato e no calor

Te amei
Friamente
Diante do infortúnio que nos atrapalhou
Na espera louca que nos atrasou

Te amei
Sofridamente
Na incerteza de um futuro distante
No sonho, como seu eterno amado e amante

Te amei
Sorrateiramente
Na certeza de uma vida esperada
Esperando acabar a névoa gelada

Te amei
Certeiramente
Em cada canto do tempo encontrado
Como se fosse o último toque em seu corpo suado

Te amei
Cegamente
Não enxergando um mundo sem ti
Confiante que nossa vida a dois é aqui

Te amei
Simplesmente
Eu sei
Que te amei

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Receba os conteúdos por email