domingo, 25 de agosto de 2013

A melhor parte


A vida é feita de escolhas, como afirma o título do blog de uma grande amiga. Realmente, a todo momento nos encontramos em pontos de decisões, de atitudes, de escolhas. O livre-arbítrio deixado por Deus nos permite optar. Escolhemos então aquilo que melhor nos convém. Com o tempo e o amadurecimento aprendemos a escolher melhor... as vezes. E, aprendemos também a degustar cada coisa no momento oportuno e não simplesmente a ingerir sem saborear.


Uma das passagens do Evangelho que inquietou-me por vários dias e que me fez refletir sobre as coisas que tenho priorizado no dia-a-dia é a de Lucas 10, 38-42, sobre Marta e Maria que acolheram Jesus quando ele passava por aquele povoado. Como em outros tempos, uma mulher toma a iniciativa para hospedar o profeta Eliseu (2Rs 4,8-10). Também, desta vez é uma dona de casa que hospeda Jesus.

Marta, realiza o "normal", o que mandam as normas da acolhida e da hospitalidade; ela é símbolo dessa porção de povo que acredita que "cumprindo" a lei já está tudo preparado, e portanto o critério de julgamento para determinar o comportamento dos outros é se a cumprem ou não. Maria também cumpre o costume da acolhida e da hospitalidade, mas o faz de um modo diferente, com uma atitude de novidade que brota do coração, é a "melhor parte" que ninguém pode tirar.

Quando Marta se vê ocupada com muitas tarefas a fazer enquanto Maria escuta os ensinamentos de Jesus, aproxima-se e diz: "Senhor, não te importas que minha irmã me deixe sozinha, com todo o serviço? Manda que ela me venha ajudar!" Imagino a forma e a serenidade que Jesus tenha lhe respondido sem magoá-la e ao mesmo tempo fazendo-a meditar sobre a importância de cada coisa em seu tempo oportuno: "Marta, Marta! Tu te preocupas e andas agitada por muitas coisas. Porém, uma só coisa é necessária. Maria escolheu a melhor parte e esta não lhe será tirada."

Ao ler e reler a passagem em várias versões, contemplar e meditar, senti que o mais notável é que Jesus não menospreza o trabalho que Marta faz. Entende sua preocupação em organizar a casa e suas tarefas e ao mesmo tempo mostra com amor e humildade que ela pode estar gastando tempo com coisas irrelevantes e superficiais."Tu te preocupas e andas agitada por muitas coisas." Em nenhum momento disse que não era importante o trabalho que ela desenvolvia. "Porém, uma só coisa é necessária. Maria escolheu a melhor parte e esta não lhe será tirada."


"A melhor parte", tema deste escrito, é o que tenho meditado desde meados de julho. Será que tenho escolhido "a melhor parte"? Entre afazeres e rotinas tenho dispensado meus ouvidos e atenção aos familiares, amigos e companheiros de caminhada, colegas de trabalho e até estranhos que cruzam pelo meu caminho na correria do dia-a-dia? Ou simplesmente tenho dado mais atenção para o cumprimento das normas? Onde está "a melhor parte" na mística da relação com o próximo? 

Sempre queremos o melhor, buscamos realizar nossas tarefas em perfeita sincronia e sintonia para que haja êxito nos resultados. E quanto ao próximo, que muitas vezes está tão próximo que se torna objeto e rotina de nossa jornada diária, temos a mesma dedicação, paciência, destreza, respeito, amor? O mundo nos coloca como tais objetos que precisam acompanhar as mudanças e a modernização necessárias para a sobrevivência. O sistema nos robotiza e a tecnologia apaga a essência do que realmente somos. E a melhor parte acaba sendo apenas a vitória, a conquista, as metas alcançadas. 

Que ousemos mais! Que vivamos mais! Que intensifiquemos nossos olhos e ouvidos para a verdadeira essência da vida! Que saibamos ousar sem perder o valor! Que re-aprendamos a valorizar os que estão ao nosso redor! Que nossas relações sejam intensas, fraternas, eternas! Que abramos o coração ao Deus da Vida e que saibamos escolher cada vez mais "a melhor parte"!


Fontes: Bíblia do Peregrino; Bíblia de Jerusalém; Bíblia Edição Pastoral; Bíblia Edição CNBB; Bíblia de Estudos da Ave-Maria.
Leituras: Lc 10,38-42; 2Rs 4,8-10; At 16,14-15; At 20,35; Lc 8,14; Jo 11,1-44; Mt 6,9ss; Jo 12,1-3.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Receba os conteúdos por email