terça-feira, 9 de agosto de 2011

O teu olhar...

"Denunciaste a ti mesma
Com tamanha irreverência no olhar
Que faz de tua alma brotar
A intensidade do que sentiste

Olhar que acalma, acalenta,
Olhar que me atrai, desorienta,
Olhar que na alma penetra,
Olhar que o desejo desperta

Olhar tímido e singelo
Olhar de ternura que espero
Olhar reluzente e bonito
Olhar que às vezes maldito

Olhar do fogo da paixão
Olhar caliente do verão

Teu olhar, transpassa na alma
Meu olhar que o segrega e se inflama
Nosso olhar que se cruzam nas chamas
Na saudade de quem só se ama
Na vida, na briga e na cama
Que machuca, constrói e se acalma

Meu desejo és tu ó menina
No olhar mais puro que fascina
O semblante que reluz e ilumina...

Ah.......
Teu olhar, simplesmente... olhar."


Ailton Domingues de Oliveira


(09.08.11)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Receba os conteúdos por email