segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Alma de poeta, coração de guerreiro




"Livre-me da obrigação de saber tudo e
Da necessidade de ter resposta pra todas as perguntas
Minha humanes é restrita, limitada
Minha retórica não pode e nem deve engessar um sistema
Minha falha... hum... é muito falha...
Sou presente, mas também ausente
Sou pai, mas também sou filho
Sou poeta, mas também sou guerreiro
Quer motivos pra falar?
Posso te contar coisas terríveis a meu respeito..."


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Receba os conteúdos por email