sábado, 17 de setembro de 2011

A natureza geme em dores de parto (CF 2011)

“Filhos desta terra que permitem sua invasão e destruição,
Não esqueçam este berço em que vocês nasceram
Não esqueçam os pés que outrora aqui pisaram
Não esqueçam as mãos que por aqui calejaram
Não esqueçam aqueles que em vós confiaram
Não se rendam aos encantos de quem promete
Não se curvem nas intenções de quem não tem cara
Não se iludam, a hipocrisia se porta bem

Aderir à esta falsa moral
É entregar não só a natureza de mãos beijadas
Mas trair o seu povo, seu berço, sua história
É pensar, de forma egoísta, apenas em sua glória
Judas pagou um alto preço por seus atos
É lembrado como o maior traidor de todos os tempos
Preferível o anonimato mas honroso
Que a fama ao preço de uma traição
Prefiro acreditar que estejam apenas iludidos a corrompidos...”

"Em prol do meu povo pirajuense que luta em meio à politicagens contra a possibilidade da construção de uma nova usina. Não bastasse, os atletas da seleção brasileira de canoagem, sendo alguns filhos desta terra, estão favoráveis à esta nova usina..."


Ailton Domingues de Oliveira

(17/09/11)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Receba os conteúdos por email