quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Em reconstrução!



EM RECONSTRUÇÃO!

Seria o mesmo que manutenção? 
Talvez

Seria então uma nova construção? 
Também

Seria na verdade
antes de qualquer coisa
uma desconstrução

um desarrumar
um desorganizar 

um encontro necessário com o caos

Pois
a partir deste é que se busca a força

o combustível que o movimentará
para uma grande tarefa

 a faxina geral nos escombros da vida 

a dispensa das inutilidades
a arrumação

E por que não um mero deleite
ingênuo e seguro?

Eis a necessidade de se recomeçar
de um novo jeito

um novo marco zero
um novo presente

Não se faz uma construção em cima de outra 

sem antes dar-lhe os devidos ajustes e cuidados

Se necessário que se desconstrua até o alicerce

E diante do necessário
eis o inevitável
a bagunça
o cansaço
e também a dor

Derrubam-se paredes
mas jamais a lembrança

Desenham-se novas plantas
refazem as ornamentações
novos enfeites realçam o ambiente

É a vez da pedra 
embrutecida no tempo
é hora de ser novamente polida

Desconstruir-se é desvendar-se
desnudar-se
dar-se uma nova chance
com coragem e humildade
a certeza de querer chegar adiante

Sabe-se lá onde
Basta não ficar parado

Que se fique a experiência
a sapiência
a eloquência
a essência


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Receba os conteúdos por email