sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Pode ser III - Seus 11 anos



































Pode ser. Pode ser, meu filho. Quantas estrelas já contamos juntos? E as que eu contamos sozinhos? Perdi as contas. Dos olhares com que fitei o céu em busca do teu rosto, quando estávamos distantes, hoje guardo eternas lembranças. Algumas difíceis mas que no final todas valeram cada lágrima. A renovação diária do amor, da nossa amizade, ao encontrar seus olhos em cada momento da minha vida é a maior recompensa e motivação que eu poderia receber. Cada segundo ao teu lado vale a pena por si só.


A estrela que um dia eu te dei continua brilhante em companhia da lua. Talvez, nós não temos noção do significado dessa cumplicidade. Mas de que importa? O que vale mesmo é o que sentimos, o que compartilhamos e o que vivenciamos em cada instante.

O tempo passa e eu sinto que nossa amizade vai além do tempo-espaço que nos cerca. Temos um no outro uma confiança plena. Quero apenas que você se realize diante de suas escolhas. E, saiba que, sempre, sempre, sempre, estarei contigo.

Não esqueça jamais suas origens e a simplicidade que o trouxe até aqui. Continue respeitando e sendo bom exemplo, disciplinado e perseverante. Lembre-se que na vida as coisas não acontecem por acaso e não são tão fáceis. Nossos sonhos acontecem quando a gente vai à luta. Os obstáculos fazem parte mas quando temos Fé em Deus, uma família que nos ama e ampara, e boas amizades podemos superá-los. Honre seu nome e estará enchendo de orgulho àqueles que te amam e confiam em você. Aproveite suas oportunidades com honestidade e justiça acima de qualquer coisa.

Meu filho você é um tesouro. Parabéns pelo seu dia! Parabéns por ser esse menino maravilhoso que me enche de orgulho. Não perca jamais este brilho e esta alegria que contagia a todos à sua volta. Te amo!









































Na ordem natural do ciclo da vida, em algum momento, você seguirá sem minha companhia. De tudo, quero apenas que guarde isso: "se existe um 'amor verdadeiro e incondicional', eu posso dizer que é o meu amor de Pai por você meu Filho". E que esta canção que lhe fiz quando você tinha seus 3 anos seja eterna em seu coração:


"Estrelinha, estrelinha
Vai lá ver minha criancinha
Vai lá, vai lá, vai lá ver como ele ta
Vem cá, vem cá, vem dizer o que é que há

Meu filhinho nada temas
O papai já ta chegando
A estrelinha me contou
Que você tava chamando

Vou cuidar bem de você
E ficar muito pertinho
Pra te dar muitos abraços
Muito amor, muito carinho

Luz singela irradia
A estrelinha deste céu
A estrelinha da minha vida
De presente Deus me deu"

"Meu Filho, minha estrela" - Ailton Domingues de Oliveira



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Receba os conteúdos por email