terça-feira, 17 de março de 2015

O jargão da hipocrisia



Eis que um novo ópio surge e, como na maioria das vezes, de cima para baixo. O que vimos e assistimos nos últimos dias na imprensa áudio-televisiva e escrita, e principalmente nas redes sociais é o maior dos absurdos. Nada concreto, apenas uma anarquia generalizada. A cara que se mostra não é de um nível de intelectualidade superior e que sabe o porquê e para quê se manifesta. As pessoas entrevistadas durante o estardalhaço, em sua maioria, nem sabiam o que responder aos repórteres. 

Um pequeno grupo resolveu insurgir-se dando um tiro no escuro para ver se atingia algum alvo. Acabou dando certo. As redes sociais, a imprensa golpista, e muitos oportunistas de plantão trataram de disseminar as mazelas da desinformação. A oposição insatisfeita que representa a classe elitizada fomentou e financiou a tentativa de golpismo. Saldo: a cara da riqueza apresentada nas manifestações foi a que mais lucrou com esse show pirotécnico. Não fizeram nada mais nada menos que apertar o botão do "FODA-SE" ou em outras palavras "não quero nem saber em quem estou batendo, quero mais é dar porrada!" 


O tom dos discursos dos organizadores dos M.O.P.s (Movimentos Oportunistas de Plantão) era de ódio e por consequência a violência era inevitável. As agressões ocorridas sempre partiram da ala manifestante. Além de tentar intimidar a quem se opusesse faziam seus ataques verbais no naipe do calão mais baixo possível. Muitas faixas com frases discriminatórias foram fotografadas. Bonecos que representavam lideranças do Governo sendo enforcados. Um belo exemplo de movimento golpista.


Até mesmo o Aécio Forever Bebaço Neves postou um vídeo explicando sua ausência no dia "d". É muito repugnante um cara desse desnível fazer uma "chacota" assim. Como esse "ser", que ferrou com Minas Gerais, teve tamanha audácia? Esqueceram que ele bate em mulher! Foi pra encerrar com chave de "fenda". 


Mas quem está por detrás dessa cretinice toda? Tem gente grande sinsinhô! Políticos, grandes organizações midiáticas, empresários, um bando de oportunista, outro tando de golpista, um monte de otário, e uma maioria sem senso-crítico que adora agitação. Disso tudo dá pra salvar uma meia dúzia que manifestou conscientemente por melhorias. 


Agora, a frase que não param de falar em cada vídeo babaca que os revoltosinhos postam: "Juntos somos mais fortes e com Deus à nossa frente somos imbatíveis." É, Deus virou partidarista, apoia a miséria, apoia a lei do rico cada vez mais rico e o pobre cada vez mais pobre, gosta do discurso de ódio, da incitação à violência, da anti-democracia. Meu Deus! Perdoa, eles não sabem o que dizem!


Outro dia li um artigo muito bom, o PIB: "Perfeito Idiota Brasileiro". Trata da corrupção independente de classe social ou partido político. É interessante porque as pessoas veem a corrupção apenas no Governo vigente sendo que foi o que mais a combateu. Esquecem que ela é herança presenteada pelos colonizadores. O jeitinho brasileiro é um exemplo típico e moderno. Furar a fila, estacionar em lugar exclusivo para deficientes ou idosos, não devolver o troco quando recebê-lo a mais, dentre tantas outras cositas, especificam melhormente os modelitos de corrupção que pouca gente se atenta. Os protestadores passaram bem longe desta aula de cidadania. 


Bom, chega! Cansei de escrever sobre golpistas, oportunistas, políticos bebaços e cheiradores de pó, porque a maioria errante está no climax do êxtase causado pela efervescência do mais novo ópio: a hipocrisia renovada. A cara da riqueza não luta mas briga, não pra ter melhorias ao país mas sim privilégios exclusivos à sua classe. VÃO SE FERRAR OTÁRIOS!!! 


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Receba os conteúdos por email