terça-feira, 11 de outubro de 2016

Versos e prosas, ventos e brisas: amigos



Amigos
De outras épocas, outros tempos
De tantas histórias, tantos momentos
De memórias e sentimentos

Amigos
De ventos e de brisas
De outros times e camisas
De tantas cores, sem divisas

Amigos
De tantas crenças e religiões
De fé, sem fé, mas corações
De emoções ou razões

Amigos
De gêneros e alegrias
De políticas e ideologias
De lutas e utopias

Amigos
Politizados ou analfabetos
Ousados e discretos
Abstratos ou concretos

Amigos,
De tantos feitos
Diferenças e tantos jeitos
De palavras e de respeito


Amigos
De versos e prosas
De  silêncio e sem glosa
De cravos ou rosas

Amigos
Que guardo encantos e saudades
Acima de qualquer verdade
Que merecem a eternidade
No peito, no coração, na amizade!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Receba os conteúdos por email