sexta-feira, 29 de abril de 2016

"Dabar", aplicabilidade e transmissão


Partindo do cenário eclesiástico mundial, numa hierarquia que descende a partir de Roma (Vaticano, Papa), encontramos não apenas uma forma diferente de ser igreja e levar a mensagem do Evangelho que cada "comunidade-líder-região" têm mas uma vasta diversidade eclesial. E nesse grande espaço encontramos as contradições com os princípios da igreja e as deturpações inocentes ou ignorantes.


As portas abertas que o Papa Francisco mencionou em um de seus discursos faz jus à situação exposta nessa questão. Os obstáculos gerados pelos fiscais da fé, de proporções incomensuráveis, repercutem diretamente, não apenas na visão que se tem da igreja, mas em sua própria caminhada da base ao topo da hierarquia.

A incompreensão do verdadeiro sentido da ação evangelizadora é o ponto principal onde a aplicabilidade e transmissão do Dabar (*) não acontecem, uma vez que, a escuta e a ascese espiritual sequer foram esboçadas. Se não há compreensão existe uma falha no sistema que é responsável por repassar a informação.

Como dito em discussões durante as aulas, as ideias que partem de Roma, especificamente de Francisco, tem vindo diretamente ao encontro da sociedade que almeja por uma voz que interceda por ela. Francisco é essa voz mas na mesma proporção que angaria seguidores e fieis, aumenta o número de pequenos grupos ou facções contrárias, Esses grupos não levam a real mensagem e por vezes a desarticulam.

Recentemente um artigo sobre a Teologia do Inferno, onde o Papa começa a explanar sobre a inexistência de um inferno eterno, é um exemplo próximo e em vias de culminar numa maciça discussão sobre o procedimento e as palavras do Papa. A questão em si, em que ele argumenta que um Deus misericordioso não deixaria de perdoar os pecados de um filho, não serão levados à cabo.

Enfim, a igreja é múltipla mas se engessa em posições que não permitem a libertação de seus fiéis. O Dabar permanece inalterado e inerte. É como se este cenário eclesiástico fosse se auto dividindo em células à medida que Francisco tende a aproximar e dar novas percepções. 

(*) Dabar: do hebraico, significa palavra.


Avaliação bimestral da disciplina de Tópicos Especiais de Teologia Fundamental, 
Profº Márcio Fernandes da Cruz, 
Curso de Teologia - FCU
Aluno Ailton Domingues de Oliveira
07/04/16
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Receba os conteúdos por email