segunda-feira, 4 de abril de 2016

Mulher ao Extremo


Ela. Manicure e do lar. Desde sempre. Casada. Três filhos. Marido alcoólatra. Ele perdeu o emprego. Divorciaram. O filho primogênito entrou para o tráfico. Andou preso. Tornou-se pai. Ela cria e cuida do neto. O mais novo percorreu o submundo das falsas seitas. Depois também andou preso. Mesmo motivo. O do meio morreu. Acidente vascular cerebral. A vida da Mulher reduzira-se a decepções e superações. O câncer decepou-lhe um seio. A pouco fez implante de prótese num dos ossos da perna. Câncer novamente... Nada disso tirou-lhe a fé! Sim! Esta Mulher existe. Eu a conheço. E por motivos vários seu nome fica registrado apenas como Mulher. Mulher ao Extremo. Diante de tantos cenários sua alegria permanece a mesma. A mesma voz. O mesmo empenho. O mesmo brilho no olhar. O mesmo jeito. Apesar do peso acarretado pelo tempo, sua esperança é vibrante. Apesar de todas as peças que lhe foram pregadas no palco de sua vida, seu protagonismo é ímpar. Sua fé é invejável. Que essas palavras lhe sejam levadas pelo tempo, pelo vento, pela brisa, em forma de oração. Oração que fez da sua vida uma inspiração...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Receba os conteúdos por email