quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Água's




"Em águas mais profundas
Essas linhas já me levaram
Em pensamentos tolos, insanos
Irreverentes, não profanos,
Alegres, tristes
Em águas cristalinas
Que já foram lamaçais
Textos, críticas, crônicas e poesias
Ah! tão eloquentes, contente
Terra e sementes
Em águas mais profundas naveguei
No mar da escrita
Singela e bonita
Travessia do concreto
Ao sonho, com fé e labuta
Na cabeça de um menino
Hoje é calmaria 
Mas também pode ser ousadia
Alegria, 
Rebeldia,
Alforria,
Ideologia,
Infantaria, de um homem só
Munido de gana,
De vida e sobrevida,
De alma que se eterniza
Em ramos dessa vontade de viver
Hoje, estou poeta
Mas posso ser profeta
Do meu tempo que seja
Talvez, quem sabe, um pateta
Sou guerreiro, sou menino
Sou arteiro, sou felino
Sou um barquinho
Nesse mar da vida que Deus é
E me deu..."

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Receba os conteúdos por email