sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Deserto e Inquietude






"Se o meu tudo já existe, 
Então por que a dor do vazio?
Ou esse meu tudo está incompleto,
Ou essa dor é mero devaneio.
Fuga, talvez..."


"A inquietude que assola
Em silêncio gritante 
Nesse Deus que consola
Minh'alma nesse instante"

"Não posso publicar tudo o que penso
Mas posso pensar tudo o que quero."

"Que a Sua inquietude em mim
Seja para alterar-me à melhor
Nesse deserto que me vejo
A caminhar em solo

O silêncio que se perfaz
No lado de dentro 
Arrebenta meu peito
Em busca de respostas"

"Onde quero chegar com tanta correria ?
Hoje, vivo um pouco de deserto e solidão
busco o silêncio, pra sentir a inquietude que me descontrola o peito
busco respostas... sem saber quais são as perguntas...
busco algo, alguém...
amizade, companhia, alegria
amor... sem dor...
sinto-me na necessidade desse silêncio
e ao mesmo tempo algo me arrebata para cima, para longe...
Tudo é real, filosofia ou loucura, o que se passa aqui comigo."


"Ser perfeccionista por demais
faz o peso do fardo parecer maior
do que realmente é."
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Receba os conteúdos por email