quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Admirável Chico Novo!

 


"Vocês que fazem parte dessa massa
Que passa nos projetos do futuro

É duro tanto ter que caminhar
E dar muito mais do que receber [...]"





"Eh, ô ô, vida de gado! Povo marcado, eh! Povo Feliz!"

Na contramão dos neo-conservadores e fundamentalistas, pra não dizer logo de cara fanáticos e lunáticos que teimam reacender a fogueira da santa inquisição, Francisco tem conduzido o barco da igreja com mãos fortes de quem tem a lucidez humana e a iluminação do Divino Espírito. Características básicas e necessárias que tem angariado o aval e o respeito de pessoas não só católicas mundo afora.

E por melhor e mais claro que seja o caminho escolhido pelo Papa Chico, ainda assim alguns desagradados se colocam em oposição. Tem gente que nasce pra simplesmente odiar o mundo! Vejo por exemplo, aquele padre Paulo Ricardo de Cuiabá, infelizmente uma mancha na instituição mas que não representa a mim e a outros milhares e milhares de Católicos pelos cantos do Brasil. Ele não mede sua língua infundada para criticar até o Papa. Pagamos o preço por sermos da mesma igreja, porém não comungamos das mesmas ideias e tão pouco dos ideais.

Ele, o urubu de Cuiabá (título recebido nas redes sociais), preza pela instituição hierarquizada e enraizada num fundamentalismo sem precedentes. Com seu discurso inquisidor e discriminatório se coloca como obstáculo da instituição aonde Francisco diz que "quem procura a igreja precisa encontrar portas abertas e não fiscais da fé"! Loucura! Loucura! Loucura! Isso não é estar com a Igreja, é dizer-se estar do mesmo lado mas jogando contra, sempre! Tipo aquele filme "O inimigo mora ao lado" porém neste caso o inimigo está dentro de casa!


"E ter que demonstrar sua coragem
A margem do que possa parecer
E ver que toda essa engrenagem
Já sente a ferrugem lhe comer [...]"

A questão acerca do posicionamento e abertura de Francisco é uma só: o Papa está incomodando a quem senta o traseiro nas pedras das leis e cruza os braços diante do verdadeiro trabalho. A última que li sobre o nosso Santo Padre (agora sim, diante de tamanha ciência posso chamá-lo de Santo, título que talvez ele mesmo já tenha dispensado quando escolheu "Francisco") é que ele se dirigiu aos movimentos populares e falou principalmente sobre terras, teto e trabalho. Isso ainda vai dar o que falar pois está mexendo diretamente nas estruturas da elite. Se fosse possível alguns poderosos (loucos, insurretos, fanáticos, fundamentalistas, tudo junto e misturado) sugeririam o impeachmant do Papa.

Não bastasse, surgiram nas redes sociais várias manifestações dos catolibãs contra os atos de Chico tachando-o de comunista principalmente. A tendência é piorar. Na história da igreja vários papas foram assassinados quando interferiram na estrutura política do poder em favor dos pobres. Acentuando sua fala mais recente: "estar ao lado dos pobres é Evangelho, não comunismo". Uma pausa para Dom Helder Câmara: "Se dou pão aos pobres sou chamado de santo. Se mostro porque os pobres não tem pão sou chamado de comunista e subversivo!" É, eles estão alinhados. Porém eu temo sim! Temo que durante o papado de Francisco se construam muito mais obstáculos do que pontes e a oposição nefasta e leviana, pra não dizer herética, passe a perseguir e destruir o direito ao sonho e à sua concretização de fato.

Em contrapartida, na mesma direção que Chiquinho veleja, e pelejando com seu trabalho e suor tem gerado abertura e diálogo com resultados positivos mediante tamanha ciência e humildade, está rodeado e seguido por pessoas de bem, ou seja, cristãos desenraizados da politização inescrupulosa de algumas ramificações insurretas ao seu papado. O time de Francisco está grande, forte, compacto e o que melhor sobressai neste homem não é um discurso de agrado mas sim o exemplo espelhado no Moreno de Nazaré.

Quanto aos da capa preta (que não se confunda com o Batman!), o urubu e seus adeptos carniceiros, deixo aqui um SORRISÃO alá "Admirável Chico Novo", o "Francisco", aquele que veio para, SIM, renovar as estruturas da igreja! Entenderam ou querem que eu desenhe?




"O povo foge da ignorância
Apesar de viver tão perto dela
E sonham com melhores tempos idos
Contemplam esta vida numa cela
Esperam nova possibilidade
De verem esse mundo se acabar
A arca de Noé, o dirigível
Não voam, nem se pode flutuar [...]"
Trechos da música "Admirável Gado Novo" - Zé Ramalho
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Receba os conteúdos por email