segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

E assim caminha a humanidade.



(...) E percebi que mentes maquiavélicas que se perfazem da casca que carregam como mantos sagrados, maquiadas com o pó da falsidade, necessitam de seguidores e reféns de suas delinquências.

Uma mente manipuladora não tem brilho próprio. Requer adeptos ofuscados que se amontoam à sua volta.

Assim caminham as sombrias personas que maquiam e disfarçam o caráter. Iludem, ludibriam, encenam mas na verdade buscam mentes inférteis que as sigam incontestavelmente em qualquer ato ou fato. 

Trevas que rodeiam e obscurecem sua vida. No olhar, transmitem a visão insana e profana daquilo que realmente são. 

É como se algo enxergasse através de seus olhos. 

Suas vítimas a tem como leal, pobre vítima do destino. Através desse conto de lágrimas e encanto eis que se coloca como sobrevivente de uma vida de batalhas contra o mundo. 

Mostra-se assim, mas carrega o desejo por sangue novo. Essa necessidade é quase insaciável. Pois, a partir do momento que as falsetas são desvendadas, os reféns se afastam e a solidão assola. 

Inferno caminhar escolhido por quem assim vive...

Vítima, de suas próprias escolhas, torna-se protagonista de sua história...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Receba os conteúdos por email