segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Levanta-te e vem

Ainda não viste as minhas obras
Andais tão cego por aí
Levanta-te e vem!

Vem e segue-me!
Toma a tua cruz, sinal de amor
Vem e segue-me!
Seja uma luz, a Luz do Senhor

Tua cegueira espiritual
Fez de ti opressor dos pequenos
Levanta-te e vem!

Negaste a Mim por três vezes
Calaste tua voz pelo medo
Levanta-te e vem!

Tu cobras impostos dos pobres
Tira até o que eles não têm
Levanta-te e vem!

Fora acusada por seres prostituta
Apedrejar-te queriam os doutores
Levanta-te e vem!

Ailton Domingues de Oliveira
26/12/11
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Receba os conteúdos por email