segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Asas e sonhos

 
Carreguei-te em meus braços
Abracei-te com cuidado
Tão pequena, já com asas
Tão sublime tu me olhava
Teu amor, eras meu
Meu olhar, somente teu
Num piscar estavas grande
Num andar, tão desfilante
De mãos dadas em sobressalto
Entre sopranos e contraltos
Adentramos entre os olhares
E atravessamos pelos altares
Eu e você, amor profundo
Destino certo sobre o mundo
Eram asas...
Era um anjo...
Foi amor...
Foi um sonho...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Receba os conteúdos por email