quarta-feira, 4 de maio de 2016

Folhas secas ao chão: esperança


E o que se esperar mais?
Além-vida já é a morte
Tantas teorias desvairadas
Teologias deturpadas
Prosas filosofadas
E nenhuma certeza real
Apenas elocubrações sem sal
A perpetuação da memória no tempo
Na lembrança
Será história recontada
Na saudade para quem fomos
Folhas secas ao chão
Ao pó, enfim, retornarão
E do que se garimpou em vida
Permanecerão apenas risadas
Saudosas gargalhadas
Ao redor da mesa posta 
Entre olhares e calores 
De queridas companhias...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Receba os conteúdos por email