sexta-feira, 6 de julho de 2012

Eu, hoje, queria estar aí...

"Eu, hoje,
Só queria andar pelas ruas e avenidas desta cidade
Que diante de tanto tempo e distância me arrebata em saudades
Queria apreciar as belas praças
A criançada nas ruas fazendo pirraça

Eu, hoje,
Queria ver as roseiras na frente da casa da vó
Meu avô fazendo dos grãos de café o pó
A agitação de final de ano que lota a cidade
Amigos, colegas, parentes, pessoas de todas as idades

Eu, hoje,
Queria estar adentro das grandes brigas
Pelas boas causas sociais em prol da vida
Apoiar os homens e mulheres de bem
Que não se arredam, não se corrompem e não se detém

Eu, hoje,
Queria brindar com cada um dos conhecidos
Nos bares e esquinas, de ponto ou esquecidos
O valor da vida, da amizade e do tempo
Que bem ou mal, se eternizam em cada momento

Eu, hoje,
Queria sentar de frente pro rio a cantar
De coração e alma nesse sol a raiar
Canções e poesias da alma
Que somente o som em seu leito me acalma

Eu, hoje,
Só queria... em tom de nostalgia e alegria
Acordar em Ti, num belo dia...
Só queria estar perto de Tu
Ó minha maravilhosa e saudosa Piraju"

"Que os homens e mulheres de boa vontade
Não se cansem, não se rendam e não se entreguem jamais
Que a cada lágrima ou gota de suor
Que valha mais e fale mais alto sua fé, seu coração e seu amor
Por Ti, ó cidade e berço eterno..."

Ailton Domingues de Oliveira
06/07/12
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Receba os conteúdos por email