segunda-feira, 2 de julho de 2012

Missa é Missa! show é show!


Fulanodetal & Cia Ltda:"Queria um espaço pra apresentar o nosso trabalho."

Caramba! O, nem sei mais de que maneira expressar! Tá difícil de se fazer entender... Mas, vamos lá, vamos tentar mais uma vez desenhar pra turminha do ôba-ôba que "ALTAR NÃO É PALCO!" E ponto!!!

Querem transformar a Celebração Eucarística, a Missa em si, num showzinho particular. Falam que amam e adoram a Jesus Cristo, mas querem se aparecer mais que MOTIVO PRINCIPAL daquele momento.

Não sou especialista no assunto, mas por boas razões vou ousar delinear alguns pontos. Cada Missa em especial, de acordo com cada tempo, data, momento, tem a sua particularidade, bem como seus cantos, liturgia e ornamentações previamente preparadas. Chegar de qualquer jeito e escolher cantos de introspecção, sem ter nenhuma co-relação com a Missa, é mais que anti-litúrgico, é sintoma de falta de preparo e/ou que está ali pra outro fim que não a Celebração.

Irmãos e irmãs, companheiros e companheiras, vamos deixar a insensatez de lado. Vamos nos dedicar um pouquinho ao estudo e à preparação das celebrações em nossa comunidade. Missa é Missa! Show é Show! Existe espaço para todos mas cada qual no seu momento e lugar oportunos.

Noto que existe muita vontade de fazer coisas diferentes, porém pouquíssimo estudo e dedicação ao preparo. Fazer as coisas no "bate-estaca", ou seja, de sopetão, já eram! Colocar músicas melodiosas, introspectivas, sem pé nem cabeça é o que mais ocorre.

"Há um tempo certo pra cada coisa de baixo dos céus." E tenham certeza, Missa não é show e altar não é palco! E mais, a partir do momento que esses valores se invertem, Jesus Cristo deixa de ser o motivo principal pelo qual estamos e fazemos parte da comunidade e o estar ali nada mais é que estar para o vazio da vontade humana. Se Deus realmente está em primeiro lugar, então deixe o lugar de primeiro à ELE.

Ah, defronte à igreja existe uma praça, local ideal para se montar um palco e atrair muita gente com shows cristãos.

PS.: Este texto foi escrito única e exclusivamente por conta de um episódio não relacionado à Comunidade Imaculada Conceição, a qual faço parte. Pessoas de outros lugares, no intuito de apenas e tão somente divulgar seu trabalho, queriam usar da Celebração Eucarística para tal. Em virtude disso eis a minha repudia demonstrada nas linhas e entrelinhas acima...  



Ailton Domingues de Oliveira
02/07/12
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Receba os conteúdos por email