quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Hora de entrar em cena




"Chega de espreitar a vida no ócio.
Chega de esperar pelo óbvio que os outros o consideram que seja para mim
Chega de viver a vida pelas sombras da vida dos outros.
Chega!
Hora de sair de cena da vida de muitas pessoas e mergulhar na minha.
Recuperar as rédeas e protagonizar no centro da existência.





Chega de dizer o que os outros querem ouvir.
Chega de fazer o que os outros esperam que aconteça.
Chega de sorrir pelas máscaras.
Chega!
Hora de podar a erva daninha.
Recuperar o broto que se encontra nas entranhas das plantas venenosas.







Chega de respirar o resto que exala por aí.

Chega de tentar ser o que os outros querem que seja.
Chega de fazer-se presente na vida de tanta gente que nem te enxerga.
Chega!
Hora de acordar pra realidade.
Recuperar o tempo, o espaço, o momento à partir desta mesma realidade acordada.






Chega de interiorizar e morrer na masmorra da solidão.

Chega de chorar a partida de quem nunca nem chegou.
Chega de correr atrás de um prêmio passageiro, corriqueiro, devaneio.
Chega!
Hora de entrar em cena, no palco da minha vida.
Recuperar a direção, o coração, a emoção, a razão e aumentar a Fé."




‎"A melhor causa de uma vida é encontrar o verdadeiro sentido da existência não morrendo em si mesmo."

Ailton Domingues de Oliveira

(16/08/12)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Receba os conteúdos por email