segunda-feira, 25 de julho de 2016

Uma visita aos teus versos

Visitarei os teus versos mais incertos
Na calada da noite que nunca se finda
Chegarei pelo calor do teu pensamento
Desabotoarei as rendas de teu céu aberto
Jogarei-me nos braços da poesia menina
Arrancarei-te das celas do sofrimento

Voarei contigo pelo universo em cor
Nas asas da liberdade, a coragem insana
Destronarei mil reinos pelo teu sorriso
E a alma ousada nos dará o calor
Quando o desejo se explodir em chamas
Com a magia em cada nota de improviso

Na noite escura de estrelas e lua
Adentro o teu quarto pela janela 
Onde repousa o insano de cada verso
Em que tua alma repousa nua
E o teu coração derramando espera
Para o eterno sonho e mais concreto
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Receba os conteúdos por email