sexta-feira, 20 de maio de 2011

Dádivas de hoje: Sim, eu digo Sim!

            Pela Luz do Evangelho, especificamente em João 13, 12-17, encontrei a resposta, necessária, como uma luva, no momento certo.
            Colocar-se a Serviço de Deus, é colocar-se à disposição de partilhar o bem comum, seja este, idéias, tarefas, enfim, que muitas das vezes não são do nosso gosto, do nosso agrado.
            Eis aí o momento oportuno de se firmar como cristão, autêntico e comprometido com o projeto de Deus.
            Colocar-se a Serviço de Deus é colocar-se a serviço da Igreja, Santa e Pecadora, é estar a serviço da Comunidade, através do trabalho ao qual foi chamado, designado, pescado e que tal trabalho deva ser fruto de amor, doação, caridade, fé.
            Deixar a vontade própria, deixar o “eu” e se comprometer com o bem comum é a lição que devemos aprender, seguindo o exemplo de Jesus, que lavou os pés dos seus discípulos.
            O bem comum deve prevalecer. Eis a humildade que o ser humano deve ter consigo: morrer em nossa vontade, doar-se com amor ao projeto de Deus, e deixar de lado o palco do “eu”.
            O altar de Jesus deve ser o centro das atenções e não o palco de quem se presta a servir.
            Muitas batalhas por nada são travadas diariamente entre os egos, mesquinhos por sinal. A busca de um destaque acaba sendo o objetivo final. E quem age assim, dificilmente percebe.
            Tomar ciência de sua importância como ser humano, filho de DEUS, imagem e semelhança do Criador, é tomar ciência do ato mais nobre de toda a história que já perdura por mais de 2000 anos: a entrega de Jesus na Cruz, por amor ao Pai, por nós...
            Como num momento de pura humildade, Jesus ensinou como servir, assim, nós, devemos ter ciência de nosso papel, seja ele em grupos, pastorais, movimentos, comunidade, de que o nosso auxílio é importante e necessário, pois somos instrumentos do Pai Criador, além de filhos e filhas muitos amados.
            Hoje, especialmente, dizer “sim” ao chamado de Deus, foi sem dúvida colocar-se a disposição com os talentos dados, foi vestir a armadura e se prontificar a estar na linha de frente, não importando quantos estarão lá, mas sim que eu estarei, e/ou você estará, e Deus conosco vai.
            Que o presente do hoje, uma dádiva simplesmente se marque pela alegria de poder servir, ser útil. Entrega, doação, amor e gratidão, assim como Maria fez: “SIM, eu digo SIM !”

Ailton Domingues de Oliveira
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Receba os conteúdos por email